Siga o Portal do Holanda

Arthur interfere, greve acaba, mas remédio é extremo

Publicado

em

O prefeito Arthur Neto agiu em nome do interesse público, ao intervir na greve dos rodoviários. Mas a  medida adotada - emprestar o dinheiro do 13o dos motoristas e cobradores ao sindicato patronal - foi um remédio extremo, que exige contrapartidas  e compromisso tácito de  devolução, pois se trata de dinheiro público. 

E a questão não morre aí. É necessária uma revisão do contrato de concessão  e uma nova licitação para habilitar empresas com capacidade de fornecer um serviço de qualidade à população. 

As sucessivas greves de motoristas e cobradores este ano expuseram a fragilidade das empresas que sequer conseguem assumir compromissos com seus funcionários, menos ainda com os usuários de um serviço essencial.

Esse é um desafio que Arthur terá que enfrentar no inicio do novo ano. E certamente o fará, como parte de seu projeto de revitalizar Manaus.

+ BASTIDORES DA POLÍTICA

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

1 minuto nerd - toy story 4 e aladdin

 Siga o Holanda

Amazonas

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.